Saneamento Básico é pauta de reunião entre SAAE e moradores do bairro Codevasf

Saneamento Básico é pauta de reunião entre SAAE e moradores do bairro Codevasf

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Juazeiro continua com as reuniões de trabalho do projeto social das Obras do Saneamento Básico nos bairros que serão beneficiados pela obra. Nesta quinta-feira, 10, o encontro foi com os moradores da Codevasf. 

A reunião contou com a presença do diretor-presidente da autarquia, Joaquim Neto. Entre as atividades que serão realizadas nas comunidades estão o cadastro dos beneficiários, visitas domiciliares; palestras informativas; oficinas de contos infantis, sociocultural, destino e reciclagem de lixo; mutirão social e de saúde; cursos; plantão social e acompanhamento das obras.

As explicações sobre como ocorre as etapas do processo de tratamento de esgoto foram apresentadas à comunidade pelo coordenador do projeto, o engenheiro do SAAE, Henrique Santiago. “Juazeiro possui uma estação de tratamento principal onde existem quatro lagoas de estabilização, sendo uma anaeróbica e três facultativas. O esgotamento é um conjunto de obras, instalações e equipamentos destinados a coletar, transportar, tratar e dispor os esgotos produzidos na comunidade”.

A alegria e a expectativa com a chegada da obra na comunidade foi externada pelo presidente da associação de moradores, José Batista da Silva. “Vivemos uma realidade muito precária, com esgotos correndo a céu aberto nas nossas portas, muitas vezes os poços de visitas estão derramando. Então esse é um momento de muita expectativa para todos nós moradores da Codevasf. Essa obra nos trará dignidade e mais saúde. Quero aqui agradecer ao prefeito Isaac e ao SAAE”, colocou José Batista.

A obra do Saneamento Básico já atendeu os bairros João Paulo II em toda a totalidade e no momento os trabalhos se concentram no Jardim Vitória e Alto da Aliança. De acordo com o diretor-presidente do SAAE, Joaquim Neto, a previsão é de que em 15 dias a obra seja iniciada no bairro Codevasf. “Estamos construindo 20 estações elevatórias e ampliando a lagoa de tratamento para suportar toda demanda.  O SAAE assumiu esta nova etapa do saneamento e a meta é deixar a cidade 95%  saneada ainda este ano. Isso é mais qualidade de vida para a população, é mais saúde. Mas para isso contamos com o apoio de todos os moradores que serão os próprios ficais da obra”, destaca Joaquim Neto.

A equipe social da obra do Saneamento Básico conta também com o trabalho das assistentes sociais, Rozana Oliveira e Marileide Alves e a estagiária, Gilmara Santos.

 

Serviços