Funcionários do SAAE na campanha de combate ao mosquito Aedes Aegypti

Funcionários do SAAE na campanha de combate ao mosquito Aedes Aegypti

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Juazeiro (SAAE) está mobilizada para diminuir a incidência de doenças relacionadas ao Aedes Aegypti no município. Na última sexta-feira (26), na Univasf, foi realizada uma palestra educativa de orientação aos funcionários do setor de leitura da autarquia para combater a proliferação do mosquito.

De acordo com o supervisor de endemias da Secretaria de Saúde de Juazeiro, Elivalto Batista de Oliveira, o mosquito é o principal vetor da febre amarela, dengue, chikungunya e zika vírus. “Precisamos disseminar as informações sobre como combater o mosquito e com a parceria do SAAE vamos atingir um número maior de residências”, observou.

Entre as muitas orientações passadas pelo supervisor de endemias, uma delas é não deixar o mosquito nascer, destruindo os seus criadouros. “Água parada, contida em caixas d’água, vasos de flores, piscinas, bueiros, garrafas, pneus ou qualquer recipiente descartado como lixo, pode ser um ponto para o mosquito aparecer. Ele só precisa depositar seus ovos em água parada, limpa ou suja, para nascer, se proliferar e picar pessoas de modo a contaminá-las”, explicou.

O funcionário do setor de leitura do SAAE, Wagnely Cavalcanti da Silva, fala da importância de poder contribuir com a campanha. “Visito todos os dias diversas residências e podemos orientar aos moradores para que tenham o cuidado, para que sua casa não se transforme em lares para o mosquito transmissor do vírus zika e demais doenças”, enfatizou.

“Trabalhamos com água e saneamento básico que são questões essenciais para a qualidade de vida das pessoas. Nos sentimos diretamente ligados aos temas que envolvem saúde, por isto é extremamente gratificante poder contribuir com a campanha para combater a proliferação do mosquito de mais doenças”, declarou o diretor presidente do SAAE, Joaquim Neto

Serviços