Equipe Social do SAAE realiza oficina com o tema “O destino correto do lixo”

Equipe Social do SAAE realiza oficina com o tema “O destino correto do lixo”

Na última sexta-feira (04), a equipe social do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Juazeiro (SAAE) realizou uma oficina com o tema “O destino correto do lixo”, para as turmas do 2°, 3° e 4° ano da Escola Municipal Maria de Lourdes Duarte, do bairro São Geraldo. A oficina foi orientada pelo o coordenador técnico da Cooperativa de Catadores de Lixo (COOPERFITZ), Clébio Luiz Barbosa Jatobá e teve também a participação do catador Raimundo Francisco da Silva.  

O coordenador técnico da Cooperativa de Catadores de Lixo (COOPERFITZ), Clébio Luiz Barbosa Jatobá, ressaltou a importância das campanhas educativas que contribuem para mobilizar a comunidade, para sua participação efetiva e ativa na implantação da coleta seletiva de resíduos sólidos, separando os materiais recicláveis e/ou reutilizáveis diretamente na fonte de geração. “A reciclagem por si só não pode ser considerada a solução, mas que a mudança de hábitos e atitudes pode levar a sociedade a tomar medidas mais abrangentes, com ações que minimizem a quantidade de resíduos na própria fonte geradora, consumindo menos e reutilizando embalagens descartáveis”, pontuou Clébio.

O catador de material reciclável, Raimundo Francisco da Silva, falou da preocupação que todos devem ter com o meio ambiente. “Precisamos orientar desde pequenos, porque as crianças são agentes multiplicadores, elas que vão puxar a orelha dos pais para não jogar lixo no chão e ensinar como separar os materiais para a coleta seletiva. Cada dia que passa devemos fazer algo positivo para conservar o meio ambiente”, expressou Raimundo.  

“Eu gostei muito de participar dessa oficina, porque é uma oportunidade de aprender e ensinar a meus pais a separarem o lixo corretamente. Aprendi que através da reciclagem é possível reaproveitar materiais e produtos sem causar prejuízos à natureza e à saúde humana”, disse a aluna do 4° ano, Maria Júlia Santos Ferreira.

De acordo com a assistente social do SAAE, Rozana Alves de Oliveira, a educação ambiental é um processo educativo, permanente e contínuo, que visa desenvolver uma filosofia de vida ética e moral. “A oficina propicia conhecimento e exercício da cidadania para uma atuação crítica e consciente dos indivíduos. Temos que ter a preocupação em formar cidadãos conscientes do seu papel com o planeta”, enfatizou Rozana. Ela destacou que a oficina faz parte do projeto social das obras de esgotamento sanitário que estão em andamento em Juazeiro.   

 

Serviços